Postado sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Josèphine - Imperatriz da França

Essa semana estou saudosista e ansiosa. Explico. Saudosista, pois estou lembrando muito da minha viagem à Paris ano passado, onde passei momentos maravilhosos em família. Ansiosa, pois voltarei esse ano, ainda que por tempo menor, pois visitarei mais 2 países. Fato é que nos meus devaneios saudosistas, fui rever as fotos da viagem e reparei que tinham fotos da exposição "Josèphine" que aconteceu ano passado no Museé du Luxembourg em Paris, a fim de comemorar o bicentenário de sua morte, e eu, felizmente, tive a oportunidade de ir.

Antes de mostrar algumas fotos para vocês, com um atraso enorme, diga-se de passagem, vou contar um pouquinho sobre a história dela. O que mais amo em lugares assim é que você respira história e, particularmente, isso me entusiasma bastante.

Josèphine foi esposa de Napoleão Bonaparte e Imperatriz da França. Sua história é, no mínimo, curiosa. Nascida na Martinica, filha de plantadores de cana de açúcar, certa vez teve sua sorte "lida" na palma de sua mão por uma velha empregada da fazenda. A previsão era de um futuro dourado, repleto de glória e fama. Pois bem...não é que a velha empregada acertou?

Antes de casar com Bonaparte, havia casado, aos 16 anos, com Alexandre de Beauharnais, que era amigo de sua família, tendo dois filhos. Mudaram-se para Paris e anos mais tarde Alexandre morreu na guilhotina. Foi aí que viúva e sem ter como se sustentar, começou a usar de sua beleza, se é que me entendem, para sobreviver, até porque isso mantinha sua vida de adoradora do vestir bem e das coisas boas, além de saldar suas dívidas.

Foi só aos 32 anos que a previsão se concretizou, quando Napoleão caiu de amores por ela. Depois daí vocês já sabem, Viveram felizes para sempre! Nananinanão! Apesar do casamento, ela continuou com seu círculo de amantes enquanto o marido estava na guerra. Mesmo assim, Bonaparte, ao tornar-se Imperador da França, proclamou-a Imperatriz, que ficou muito conhecida por sua elegância e bom gosto.O problema é que ela não conseguiu dar um herdeiro ao trono e aí já viu, aconteceu o divórcio público e Josèphine se recolheu rejeitada  na Malmaison. 

Aqui, um pouquinho da exposição. Espero que gostem! :) Só a título de curiosidade: Quando entrei lá fiquei empolgada porque os vestidos são muito pequenos, os sapatos também. Ela era baixinha gente! Me senti no meu ambiente haha


1 comentários:

Comentários
1 Comentários
  1. Uau q exposição linda, amei!
    Dps passa la no blog, tem post de inspiração para a moda floral:
    www.usomakeup.blogspot.com
    Bjs e ótimo domingo!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...