Postado segunda-feira, 27 de abril de 2015

Chapéus

Estou em uma fase bem obcecada por chapéus. Sempre amei, mas confesso que quando experimentava nas lojas, me sentia ridícula. De uns tempos para cá, não sei se os modelos ficaram mais bonitos, se a oferta de chapéus ficou mais diversificada e de tamanhos mais democráticos, ou se eu mesma perdi a neura, fato é que atualmente tenho pelo menos uns 5 chapéus

Resolvi fazer esse post, pois quem sabe, ajuda alguém a tomar coragem para investir em um chapéu também, ainda mais porque no inverno que daqui a pouquinho chega, fica lindo na composição dos looks, além de proteger o cabelo da umidade e esquentar a cabeça.

Mas antes, é bom saber que chapéus são legais para serem usados em eventos ao ar livre, em festivais, shows (tipo lollapalloza), na praia, mas não para usar em lugares fechados, tipo cinema, teatro, jantares e igrejas.


Como vocês podem ver, muitos são os modelos de chapéus, mas vou explicar aqui os mais famosinhos e que ficam bem legais em uma produção. Ah! E para quem ama chapéus e quer fazer um sob medida do seu jeito, acesse o insta @nathhats e fala com a Nath, que é uma chapeleira talentosíssima! Eu babo no chapéus que ela faz!

FLOPPY


Esse chapéu de abas bem largas, é típico do setentismo, muito usado pelos hippies da época. Esse modelo é romântico, mas também despojado e inegavelmente estiloso. Faz o boho muito bem, é legal para ser usado tanto em praias, piscinas, quanto em eventos mais formais, tipo casamentos diurnos. Com vestido longo esvoaçante fica um arraso!! E no frio fica lindo com casacões ou com vestidinhos de manga comprida. É o tipo de chapéu que te deixa com um ar de elegância, refinamento, mas de forma despretenciosa.





FEDORA

Este modelo (também conhecido como Borsalino) é feito geralmente de feltro, é parecido como o do chapéu panamá, mas sua abinha é um pouco mais curta e uma parte é levantada, formando uma curva. Foi muito usado na Hollywood dos anos 40 e até hoje muitas celebridades amam.


PANAMÁ

O chapéu Panamá, na verdade, não é fabricado no Panamá, mas sim no Equador. Ele tem cor clara, topo mais retodepressão no meio e aba mais curta. Em volta tem uma tira de tecido. Super popular, principalmente na praia.



COCO

Também conhecido como bowler e até mesmo como chapéu do Carles Chaplin, esse chapéu possui o topo bem redondo e aba média curvada pra cima, geralmente de feltro.



CLOCHE
Super popular na década de 30 e no períoso do pós Primeira Guerra, possui formato que lembra um sino, sendo super feminino e delicado. A copa e a aba praticamente se misturam. 



AL CAPONE
É o chapéu inspirado no mafioso Al Capone! Parece o Fedora, mas é um pouco mais afunilado e tem abas maiores e mais inclinadas para baixo, o que esconde mais o rosto da pessoa. 

FIDDLER
 Esse chapéu parece uma boina daquelas de uniforme estrangeiro, mas com aba.

PORKPIE
Esse chapéu é uma graça, lembra uma cartola achatada e possui um redondinho no alto.

MATINÊ
Esse chapéu parece até o floppy, pois é bem grande, mas ele tem abas retas e durinhas.



OBS: Todas as imagens foram retiradas do Google Images

1 comentários:

Comentários
1 Comentários
  1. Eu gosto daquele modelo das primeiras fotos, o Floppy! Mas nunca usei um, então não sei se ficaria bom em mim, mas quem sabe né?
    Bem bacana o post, bem completinho :))

    Beijos
    http://blogbrunascloset.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...